publicado em 24/01/2020 às 09h38
MPF vai para cima da OAB por causa de falhas na prova

A Coluna Radar, da Revista Veja, publicou ontem uma nota informando que o MPF do Distrito Federal vai entrar com uma ação civil pública contra a OAB pelas falhas na 2ª fase do XXX Exame de Ordem.

Candidatos procuraram o procurador Paulo Roberto Galvão e relataram as falhas nas provas de Constitucional e Direito do Trabalho.

A nota pode ser lida clicando-se AQUI.

Eventual ACP contra as provas da 2ª fase do XXX é uma consequência mais do que natural do comportament da OAB e da FGV.

As falhas são manifestas e, ainda assim, a banca se recusou a tomar providências. Se recusou como sempre o faz. 

E a ACP, sob minha ótica, tem grandes chances de sucesso. Afinal, imediatamente após a prova tenho denunciado as falhas ocorridas, tudo em conjunto com os candidatos:

Questão 4A de Trabalho tem de ser anulada!

Falha na redação da peça de Constitucional prejudica centenas de candidatos

Candidatos de Constitucional lançam abaixo-assinado por gabarito duplo na peça!

Abaixo-assinado pela anulação da questão 4 de Trabalho

E minha crítica ao Exame tem sido áspera:

OAB perde a mão e qualidade do Exame de Ordem despenca

Lastimável: OAB se recusou a anular questão mesmo sabendo que ela está errada!

Próxima prova de Trabalho precisará de um glossário e um intérprete!

Vamos acompanhar essa história. Caso de fato o MPF proponha a ação, informarei vocês.



Cursos, Treinamentos & Produtos

11 ANOS DO
BLOG EXAME DE ORDEM