Aniversário JUS21 - 35% de desconto em todo o site

Aniversário JUS21 - 35% de desconto em todo o site

publicado em 12/08/2019 às 07h50
O roteiro de estudos da reta final da 2ª fase da OAB

Eis que chegamos a semana da prova subjetiva da OAB! Hora de ajustar os estudos e estruturar um roteiro de estudos visando aproveitar ao máximo a preparação até o próximo domingo, quando então teremos a 2ª fase do XXIX Exame de Ordem!

A reta final para o momento decisivo começa agora!

Whatsapp do Blog - 61.99314.4383 - Receba no seu Whats tudo o que interessa sobre o Exame da OAB!

Vamos focar CERTO no que deve ser feito, pois essa é, com certeza, a preocupação de vocês neste momento.

Evidentemente, esse questionamento só faz sentido para quem já, praticamente, esgotou todo o conteúdo a ser estudado. Quem ainda está fazendo um curso e ainda não viu todas as aulas, deve focar a atenção integralmente nelas.

IMPORTANTE!

Quem já esgotou tudo certamente já leu horrores, dedicou-se ao máximo, mandou ver na doutrina, jurisprudência e, claro, nas aulas de seus professores.

Agora é a hora de dar aquele gás final!

No que focar?

Neste momento, considerando cada dia da semana, o candidato precisa focar em tópicos específicos de estudo, visando chegar na hora da prova com a faca no dentes, pronto para qualquer tipo de problema que a FGV apresentar.

Roteiro de estudos para a reta final da 2ª fase da OAB

Hoje, 21:10h, no Youtube do Jus21, como achar as respostas certas no Vade Mecum. Transmissão ao vivo e gratuita!

Cada dia da semana da prova subjetiva pode ser adequado a um ponto-chave de revisão. É possível, em cada modelo de revisão, percorrer o essencial da doutrina, jurisprudência, as peças práticas e treinar o uso do vade mecum, o grande companheiro na hora da prova.

Vamos lá, dia a dia, ver como será na prática a revisão com o nosso roteiro de estudos!

Semana da prova subjetiva - O que fazer:

1 - Revisão dos pontos de Direito Material mais importantes de sua disciplina

Revisar os pontos essenciais de Direito Material da sua disciplina é a ordem para a 2ª feira! Quais foram os tópicos essenciais que podem fazer toda a diferença na sua aprovação? Quais foram os pontos ressaltados por seu professor? O que vocês não podem deixar de saber de jeito nenhum? Quais foram as recentes inovações legislativas abordadas em aula?

Vamos entender o espelho da peça prática da OAB?

Importante: Como os padrões de resposta foram estruturados nas edições passadas da disciplina de vocês? Aqui uma revisão de como a banca pensa seria bem interessante.

Esse é o foco nesta 2ª!

Os pontos que foram mais destacados em aula, que exigiram remissões, pesquisa, resumos e está aceso com o marca texto no vade mecum. Esses são os pontos essenciais e, sem sombra de dúvidas precisam estar frescos na memória.

2 - Resolução das questões subjetivas e o manuseio do vade

É praticando que se aprende! A resolução de questões ajudará na memorização do conteúdo. É um diferencial, considerando que cada questão vale 1,25 e que elas são essenciais para a aprovação.

Questões anteriores do Exame de Ordem

Colocaremos no roteiro de estudos o treinamento da resolução do maior número de questões para a terça-feira, e, usando o vade mecum vocês devem encontrar as respostas, forçando também neste momento a evocação do conteúdo revisado na segunda-feira, o que é uma excelente forma de não só fixar o conteúdo como também de treinar a agilidade em busca das respostas.

O último final de semana antes da 2ª fase: como treinar?

Hora de finalizar as remissões possíveis no vade.

3 - Construção dos fundamentos de todas as peças possíveis

Aqui o candidato já deve estar seguro quanto cabimento das peças e ao Direito material aplicável ante os problemas fáticos a serem apresentados. É a prática do que considero o núcleo da 2ª fase: a identificação da peça prático-profissional.

Todas as peças da 2ª fase do Exame de Ordem

Como vocês estão sabendo, se a peça apresentada for diversa daquele constante no padrão de resposta, reprovação será inevitável.

Não é, contudo, motivo de drama! Quem estudou vai conseguir identificar a peça, extraindo a solução correta a partir do problema proposto. Isso vocês já sabem e já esperam.

Aqui uma peculiaridade: tentem, em um primeiro momento, fazer tudo de cabeça. O objetivo disto é o de estabelecer convicções quanto a estrutura de cada tipo de petição possível.

Com isto é possível identificar também as peças em que o domínio não é absoluto. Assim, logo após estruturar tudo de cabeça, usem o vade mecum para refazer o trabalho e, assim, sedimentar o conhecimento.

4 - Elaboração dos esqueletos de todas as peças 

Peguem as provas passadas e construam os esqueletos de todas elas, mas só os esqueletos, e depois comparem com os respectivos padrões.

Excelente exercício para vocês!

A próxima prova da 2ª fase tem tudo para ser muito boa!

Peguem também os simulados de seus professores e façam o mesmo. Montando o esqueleto integralmente, mas sem, ressalto, elaborar a peça na integra: não há mais tempo para isto!

5 - Treinar aleatoriamente as peças e o uso do vade mecum, com prioridade na busca dos temas de Direito

Peguem aleatoriamente tudo o que encontrarem pela frente, em especial as peças, e treinem o uso do vade mecum. Procurem as palavras-chaves, os temas jurídicos propostos no coração de cada problema e identifiquem no vade onde estão as respostas certas.

Quantas linhas uma boa peça prática deve ter?

Agora a hora é a de estabelecer a sintonia fina entre o cérebro de vocês e a memória virtual chamada de vade mecum. Treinem a busca e, se for necessário, incrementem as remissões.

O importante é deixar os dedos estão afiados o bastante para encontrar os artigos corretos em tempo recorde. O objetivo declarado aqui é o reconhecimento do tema jurídico proposto e agilidade cirúrgica na busca!

6 - Revisão final

A importância de seguir um roteiro na semana da prova subjetiva está em dar um foco ao que tem de ser estudado sem desperdício de tempo ou dispersões quanto ao estudo em si, por isso chegamos à etapa de por os pingos nos is. O roteiro de estudos OAB serve para ajustar e estruturar a etapa final de ajustes.

A revisão final serve para aparar as arestas e revisar apenas o essencial de direito material ou os tópicos mais lembrados em sala de aula.

Vocês podem optar por repetir algum tipo de treino em específico. Ou mesmo ver algum tipo de revisão de véspera de prova ou apenas ler resumos ou outros materiais de estudo.

Também, e aqui vai de cada um, o sábado pode ser usado simplesmente para relaxar, descansar o cérebro.

Não existe nenhum estudo afirmando que a véspera de uma prova deve ser utilizada para uma revisão ou para o descanso. Vai do feeling de cada um.

O roteiro de estudos é esse!

A semana da prova subjetiva finalmente chegou! O tempo vale ouro neste momento! Aproveitem cada segundo com o nosso roteiro de estudos!



Cursos, Treinamentos & Produtos

11 ANOS DO
BLOG EXAME DE ORDEM