publicado em 25/10/2019 às 19h32
Cadê as explicações sobre o plágio, FGV?

Até agora a FGV não publicou rigorosamente nada sobre a questão do plágio na 1ª fase do XXX Exame de Ordem!

Nada!

É como se simplesmente não fosse com ela.

Como a Fundação é a responsável técnica pelo Exame de Ordem, com certeza deve explicações à sociedade é também para a Fundação CESGRANRIO, empresa que teve sua questão utilizada indevidamente na prova objetiva.

Teve crime no Exame de Ordem e a OAB não vai fazer nada?

URGENTE: OAB anula de ofício questão plagiada do XXX Exame de Ordem

Só quem se posiciona é a OAB, mas quem deve explicações verdadeiramente é a própria FGV.

Já seria possível, considerando o tempo entre minha publicação de ontem a anulação de ofício da questão plagiada, ter identificado o responsável pela questão.

Seria possível ter aberto processo administrativo.

Seria possível ter oficiado o Ministério Público Federal.

Mas as coisas andam devagar, como se a anulação de questões fosse resolver o problema todo.

Não vai!

A verdade é que o fato é motivo para o ROMPIMENTO do contrato do entre a OAB e a FGV.

Aliás, motivos para isto já ocorreram em várias outras oportunidades, mas a OAB tem um amor incompressível pela Fundação, e tudo fica na mesma.

Essa situação, no fim das contas, é culpa da própria Ordem e da vista grossa que tem feito há quase uma década de Exame de Ordem com a Fundação.

A conta por tanta permissividade está sendo cobrada agora, com a exposição vexatória de erros inaceitáveis.



Cursos, Treinamentos & Produtos

11 ANOS DO
BLOG EXAME DE ORDEM