Prática Pós-Pandemia

Venham se preparar para o futuro das lides no país!

publicado em 19/11/2015 às 08h23
Ser miss ou passar na OAB? Eis a questão para Daiane Uchoa!

Ser miss ou passar na OAB? Qual o sonho mais importante?

Para Daiane Uchoa, que concorreu ontem ao miss Brasil, ser miss veio em primeiro lugar, mas sem abrir mão, depois, do Exame de Ordem!

“Resolvi focar em um sonho para me doar totalmente. Não dava para conciliar os dois”

A miss, já formada, deixou de fazer o Exame da OAB para focar exclusivamente o Miss Brasil 2015:

“Fiz uma escolha neste momento, mas, depois do concurso, vou focar na minha carreira para ser delegada, promotora de Justiça ou juíza”. “Vou estudar, me empenhar e depois prestar um concurso público e a OAB”.

Ela resolveu priorizar o concurso por conta de sua idade, pois ela tem 24 anos e a idade limite para concorrer ao Miss Brasil é 25.

E ela fez certo?

Bom, para começar, ninguém PRECISA fazer o Exame de Ordem após se formar. Faz se quiser e se isso faz parte do planejamento pessoal. Evidentemente, se você escolhe uma faculdade de Direito, muito provavelmente vai querer seguir uma carreira jurídica: é natural! Mas outras oportunidades e possibilidades podem surgir pelo caminho, e elas não devem ser desprezadas.

Ademais, o Exame de Ordem ocorre 3 vezes ao ano. Por outro lado, não é todo mundo que pode ser miss, um concurso - por assim dizer - e guardadas as devidas diferenças, um tanto quanto mais difícil.

Tudo tem seu tempo, e a vida oferece um sem-fim de oportunidades. Ontem o resultado para ela não foi o mais desejado, pois a Miss Rio Grandedo Sul foi a vencedora, mas ela seguiu seu próprio sonho, e é isso que vale.

E, claro, agora ela vai poder se dedicar ao XIX Exame.

O importante, lembrem-se, e fazer o que gosta!

Com informações da Band.com.br



Cursos, Treinamentos & Produtos

11 ANOS DO
BLOG EXAME DE ORDEM