publicado em 10/12/2020 às 14h00
O XXXII Exame de Ordem pode ter o maior número de inscritos de todos os tempos

Hoje teremos a publicação do edital do XXXII Exame de Ordem, após a Ordem liberar o cronograma 2021 do Exame.

Urgente! Publicado o Calendário 2021 OAB Exame de Ordem

O XXXII Exame para mim será muito semelhante a última edição, a melhor prova em termos de qualidade da história do Exame (e o foi por conta das muitas falhas ocorridas no XXX Exame).

FGV eleva (e muito) dificuldade e qualidade da prova da OAB

A 1ª fase do XXXI Exame foi difícil, mas não tão complicada quanto edições anteriores recentes. A prova do XXXII tinha tudo para ser bem igual a sua antecessora, mas aí veio a pandemia.

E essa observação é feita em função de uma pergunta muito comum a cada edição da prova: qual será o grau de dificuldade da edição seguinte?

Isso guarda correlação com quantos candidatos irão fazer a próxima 1ª fase?

Já temos aqueles que se formaram no meio do ano e temos agora aqueles esperando o final de 2020 para concluir a graduação ou entrar no 9º semestre da faculdade. Todos esses represados, esperando o retorno da prova.

Tal represamento de examinandos nunca aconteceu antes.

Isso sem contar os reprovados na 1ª fase do XXXI Exame, presos no tempo sem poder fazer a prova.

Observando esses parâmetros é possível estimar que a quantidade de futuros inscritos no XXXI tende a ser proporcional ao tempo em que estamos parados.

Seriam 150 mil? 160 mil? Mais que isso?

Impossível saber!

Qual é a média de inscritos por prova? Confiram os dados oficial da FGV:

Imaginar uma quantidade significativa de examinandos na próxima prova é algo absolutamente elementar em função das circunstâncias.

Mas independentemente da quantidade, temos dois pontos relevantes a considerar:

1 - Ainda acredito em uma futura prova ao feitio do XXXI Exame. Inclusive, recomendo que vocês vejam o vídeo abaixo para poder entender o que foi a última 1ª fase:

2 - Ainda dá para se preparar para o XXXII Exame.

A prova passou por uma mudança. Ela subiu mais um degrau em sua dificuldade. No vídeo, em detalhes, eu mostro o aumento das questões interdisciplinares, o aumento na sofisticação dos enunciados, as estatítiscas e a forma como a banca explorou o conteúdo do Exame.

Agora vejam o gráfico abaixo:

Mas 3 meses, ou mesmo 2, como tempo de estudo não permitiriam a leitura completa do conteúdo para a OAB?

Sim, a leitura completa seria possível, mas LER NÃO É ESTUDAR!

Estudar é um processo mais complexo que envolve ver uma aula, ou ler um livro, fazer resumos de cabeça para testar se o que foi lido ficou retido, fazer revisões para sedimentar o conteúdo na memória profunda, resolver questões - muitas, de preferência - explicar para si mesmo o conteúdo e por aí vai.

Estudar implica em adotar uma metodologia para o conteúdo ficar fixado na memória, e isto é bem mais complexo do que meramente ler, como também é muitíssimo mais eficiente.

Logo, não só uma metodologia tem de ser abraçada como também um material didático de qualidade precisa ser adquirido. E o Jus21 tem o curso certo para vocês!

O Exame de Ordem voltou: hora de planejar o futuro

Muitas das reprovações no Exame de Ordem tem como causa, essencialmente, a desorganização, material de estudo fraco, falta de metodologia, procrastinação, estudo deficiente.

Muitas podem ser as causas, tomadas de forma isolada ou em conjunto.

O ideal é se preparar com um material de estudo de qualidade, aulas focadas, com estratégica, CONTROLANDO todos os aspectos do estudo, mensurando a evolução e construindo a certeza de que a cada dia a carteira da OAB fica mais próxima porque o conteúdo é efetivamente APRENDIDO dia após dia.

 

Acessem o www.jus21.com.br e venham garantir a aprovação na próxima 1ª fase da OAB!



FIQUE POR DENTRO
RECOMENDAÇÕES DO BLOG

Cursos, Treinamentos & Produtos

11 ANOS DO
BLOG EXAME DE ORDEM