Lives estratégicas para a 2ª fase do XXXI Exame de Ordem

Aprenda a fazer a prova em alto nível!

publicado em 08/12/2010 às 14h07
FGV aparentemente não irá recorrigir as provas, apenas analisará novamente os espelhos

Acabei de ligar na FGV (17:30) e perguntei para a atendente o que estava se passando.

De acordo com ela, as provas NÃO serão recorrigidas!

Ou seja, prevalece o nota publicada no site da FGV:

NOTA OFICIAL

Quanto ao resultado da 2ª fase de Exame de Ordem (OAB), a Fundação Getulio Vargas vem a público tranquilizar todos os examinandos acerca da coerência da correção das provas.

Se houve alguma divergência decorrente da tentativa simultânea e coletiva de acesso aos sites de divulgação, a mesma pode ter se dado exclusivamente em relação a eventual digitação de dados que integram o gabarito comentado das provas de Direito do Trabalho, Direito Civil, Direito Tributário e Direito Constitucional. Mas, se ocorreu, só o foi quanto à inserção dos dados no site, o que já está retificado. Isto, no entanto, não afeta a apuração das notas em absoluto, afinal a pontuação atribuída na efetiva correção das provas teve como base o espelho de correção, sem qualquer incoerência ou divergência de somatório razão pela qual, repita-se, não houve qualquer prejuízo na apuração das notas.

Não obstante, para que não seja alegado qualquer prejuízo aos quase 47.000 candidatos capacitados para a 2ª fase, a FGV, firme na seriedade que sempre norteou sua conduta, ante a sobrecarga de acessos ao site, informa que os espelhos individuais de correção, serão mais uma vez analisados e estarão disponíveis até a próxima 5ª feira, dia 9 de dezembro de 2010 e, somente a partir daí, se iniciará o prazo de 3 (três) dias, para a interposição de eventual recurso.

Fonte: FGV

A FGV atribui o problema a uma "eventual digitação de dados que integram o gabarito comentado das provas de Direito do Trabalho, Direito Civil, Direito Tributário e Direito Constitucional".

Nada além disso!

Ou seja, a nota publicada no site da OAB Federal, de acordo com a atendente da FGV, refere-se tão somente ao que a nota da FGV "tenta" esclarecer.

Isso é simplesmente inacreditável!!

Como a OAB publica uma nota dizendo, com todas as letras, que a FGV "proceda imediatamente à recorreção das provas relativas à segunda fase"??

Como a OAB usa como título da notícia: "Ophir determina à FGV recorreção das provas práticas do Exame de Ordem"??

Como a OAB afirma que seu objetivo é elidir qualquer dúvida "de que o equívoco se deu apenas na divulgação dos espelhos por parte da FGV e não na correção das provas"??

Isso é INACREDITÁVEL!!!!!

É tão inacreditável, tão inacreditável que vou parar de postar qualquer coisa em torno do assunto até que fique tudo muito claro, até que uma nota munida de clareza solar seja publicada (se é que será).

Este Blog é lido por milhares de pessoas e não posso informar ninguém em uma situação ESDRÚXULA dessa!

A nota publicada no site da OAB não dá nenhuma margem para interpretações dúbias. As provas seriam RECORRIGIDAS.

Isso é tão óbvio que milhares de pessoas imaginaram a mesma coisa assim que  notícia foi publicada.

Tão óbvio, mas tão óbvio, que importantes sites de notícias publicaram o mesmo:

Estadão

Última Instância

Conjur

Folha.com

A Crítica

Sendo que neste último site o Presidente da OAB/MS, Dr. Leonardo Duarte, também fala em recorreção das provas. Confiram:

"Na avaliação do presidente da Seccional de Mato Grosso do Sul, Leonardo Avelino Duarte, a decisão do presidente do Conselho Federal em determinar a recorreção das provas relativas à 2ª fase do Exame de Ordem é acertada. “A OAB/MS foi uma das seccionais que defendeu a mudança de Instituição responsável pela aplicação do Exame. No entanto, é preciso que essas provas sejam bem elaboradas e muito bem corrigidas, para que não deixem nenhuma dúvida quanto à sua credibilidade”, disse Duarte.

Duarte informou que já havia conversado com o presidente do Conselho Federal da OAB a respeito do número de candidatos que fizeram reclamações após a divulgação dos resultados. “A nova correção determinada pela OAB Nacional será feita para dar mais segurança aos candidatos aprovados na 1ª fase”, informou o presidente da OAB/MS."

A única voz dissonante dessa obviedade toda é a da FGV.

Minha perplexidade com essa situação é colossal.

Enquanto a OAB falou em recorrigir as provas, a FGV fala em reanalisar espelhos.

A discrepância é absoluta!!! Afora a incapacidade da OAB e da FGV em externar seus posicionamentos de forma uníssona.

Vou aguardar os fatos.

P.S. (18:19h) E a nota da FGV continua firme e forte no site - http://www.fgv.br/fgvprojetos/



FIQUE POR DENTRO
RECOMENDAÇÕES DO BLOG

Cursos, Treinamentos & Produtos

11 ANOS DO
BLOG EXAME DE ORDEM