publicado em 31/10/2018 às 09h00
Estudante de Direito é suspenso de faculdade por declarações racistas

O estudante Pedro Bellintani Balleoti, da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, gravou um vídeo no dia das eleições que causou revolta nas redes sociais. Ele aparece dentro de um carro e diz que vai “estar armado com faca, pistola, o diabo, louco para ver um vagabundo com camiseta vermelha para matar logo”.

Ele ainda afirma que “essa negraiada vai morrer” e grita “é capitão, caralho”, referindo-se ao presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Logo após a publicação dos vídeos, o estudante foi demitido de seu estágio em um escritório de advocacia. Na terça-feira alunos de vários cursos do Mackenzie, a instituição de ensino dele, fizeram uma manifestação pedindo providências à instituição.

A Mackenzie decidiu pela punição do aluno de Direito, suspendendo-o enquanto apura as circunstâncias do caso.

Confiram o vídeo da reportagem: