publicado em 08/04/2018 às 18h40
Datas e perspectivas de anulações no XXV Exame de Ordem

A prova hoje NÃO FOI a pancada do XXIII, com toda a certeza do mundo. Mas também não foi a beleza que foi o XXIV, a prova passada. Eu diria, pela leitura da prova e pelos comentários nas redes sociais que a prova foi de mediana para difícil. Seria a melhor definição para a prova de hoje.

Não dá para saber, neste momento, se teremos uma aprovação no patamar da prova passada. Eu acredito que não. O quão maior saberemos apenas no momento da divulgação do resultado preliminar.

Aproximadamente 126 mil inscritos no XXV Exame de Ordem

Curiosamente, não achei os enunciados desta prova tão extensos como o da prova anterior. os enunciados foram mais razoáveis em termos de extensão. O aumento da extensão média das questões da prova é o resultado direto da redução das questões da prova de 100 para 80. A redução foi apenas para "inglês ver", pois na prática o tempo de 5 horas continuou sendo o limite mesmo com a redução, supostamente feita para os candidatos aproveitarem melhor o período de prova.

O fato é que as questões problematizadoras, aquelas cujo enunciado é apresentado com uma situação-problema, passaram a ser hoje predominantes na 1ª fase, em detrimento das questões conceituais, com enunciados mais simples. Agora um complicador neste Exame foram as questões de Ética, que vieram com abordagens não muito convencionais, o que atrapalhou muito os candidatos. E todo ataque à Ética tem o condão de produzir grande estrago entre os Examinandos.

Vamos ver agora a cronologia restante da prova:

Datas e perspectivas de anulações no XXV Exame de Ordem  

De hoje até o dia do resultado preliminar nós temos 15 dias.

De hoje até o dia da prova subjetiva, em maio, nós teremos 49 dias. É um lapso de tempo adequado para uma preparação completa para a prova subjetiva, mas não muito elástico.

Quem foi aprovado não deve perder tempo: quanto maior o intervalo de tempo estudando, melhor para a compreensão de todo o conteúdo da prova.

O Jus21 tem os cursos certos para quem quer se preparar com intensidade para a 2ª fase.

Cursos para a 2ª fase do XXV Exame de Ordem:

O Curso Preparatório de Direito Penal para o XXV Exame de OrdemGeovane Moraes, Taciana Giaguinto e Anderson Costa;

O Curso Preparatório de Direito do Trabalho para o XXV Exame de OrdemKelly Amorim e Maria Inês Gerardo;

O Curso Preparatório de Direito Tributário para o XXV Exame de OrdemFabiana Del Padre Tomé e Jacqueline Mayer;

  O Curso Preparatório de Direito Civil para o XXV Exame de OrdemRenata Vianna, Vinícius Fonseca, Thiago Lapenda, Nauê Bernardo e Antônio Neto.

Aproveitem essa chance com cursos INTEGRALMENTE NOVOS, modernos, ESPECÍFICOS para o XXV Exame, que proporcionarão uma preparação profunda e completa para os candidatos. A preparação profunda e integral envolve tanto a abordagem teórica como a prática oferecidas de forma concomitante, exatamente para proporcionar a apreensão completa do conteúdo da disciplina e as especificidades da 2ª fase.

Mas, afinal, dá para ter esperanças de anulações?

Eu sempre sou muito cauteloso nessa hora, pois a regra ultimamente tem sido da Ordem não anular nada.

Na última prova, em função de uma briga direta do Blog, conseguimos anular uma questão, mas foi um ponto fora da curva:

"Eu não disse que era preciso ter fé?

Questões com erros materiais na OAB são as melhores apostas para eventuais anulações

Hoje é dia de acreditar!

Pois é!"

Fonte: OAB anula 1 questão da 1ª fase do XXIV Exame de Ordem

Se uma questão foi anulada na prova passada, pode ser que tenhamos outra anulada nesta. Mas sobre isto tratarei amanhã!

Amanhã analisaremos todas as possibilidades. Onde couber recurso nós o faremos.

Mas, é importante frisar, a análise é criteriosa: fazer recurso por fazer não é algo legal, pois vende apenas uma perspectiva distante de possibilidade de sucesso, e aumenta ao extremo a frustração quando as coisas não dão certo.

Quanto às anulações, ao longo do dia vamos apresentando mais subsídios para vocês.