publicado em 23/03/2020 às 14h38
Brasileiro processa governo chinês e pede indenização de R$5 bilhões

Um homem da cidade de Porto Velho/RO decidiu entrar com uma ação na justiça contra o governo da China responsabilizando o presidente chinês Xi Jinping pela disseminação da COVID-19 pelo mundo. O cidadão pede indenização no valor de R$5 bilhões para ressarcir o povo brasileiro dos danos causados pela pandemia. O processo foi protocolado na 14ª Vara Federal do Distrito Federal.

No pedido, o autor ainda requer que o presidente chinês seja condenado ao pagamento de multa diária no valor de R$100 mil em caso de descumprimento da sentença, caso seja condenado. Na petição, o cidadão informa ainda que houve omissão por parte do Procurador-Geral da União, André Luiz Mendonça, por não tomar as medidas legais contra a China.

Brasileiro processa governo chinês e pede indenização de R$5 milhões

Ele afirma ainda que, apesar disso, a responsabilidade pelos prejuízos causados pelo coronavírus deve ser atribuída ao governo chinês na figura do presidente que, claramente, agiu de forma negligente e omissa ao ignorar a informação de que um vírus estaria circulando pelo país e que poderia gerar graves danos à saúde pública.

Ele não é o primeiro a atribuir culpa pela pandemia ao governo chinês. Na semana passada o deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, culpou a China pela pandemia:

"Uma ditadura preferiu esconder algo grave a expor tendo desgaste, mas que salvaria inúmeras vidas. A culpa é da China e liberdade seria a solução", postou na Twitter.

A resposta do embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, foi imediata externando todo seu descontentamento:

“As palavras dele ferem não só a nação chinesa como o sentimento do povo chinês, e não condizem com o bom ambiente vivido pelo nosso relacionamento", disse.

Vamos acompanhando os desdobramentos!

Com informações do Correio Braziliense



Cursos, Treinamentos & Produtos

11 ANOS DO
BLOG EXAME DE ORDEM