Estratégias para a 2ª fase OAB

Arranque o melhor desempenho possível de si na prova subjetiva da OAB

publicado em 20/10/2020 às 15h27
Bolsonaro se manifesta mais uma vez contra o Exame de Ordem

Hoje, mais uma vez, o presidente da República, Jair Bolsonaro, aproveitou para criticar o Exame de Ordem. Segundo o presidente, "se dependesse dele, a carteirinha da OAB não seria exigida para advogar".

A afirmação foi feita hoje diante do Palácio da Alvorada. Ele complementou dizendo que "não pode a pessoa se formar e não poder trabalhar", em resposta a um pessoa que se identificou como bacharel em Direito e afirmou que não estava podendo advogar porque a Ordem havia suspenso a prova.

Confiram o vídeo:

A afirmação do presidente não é nenhuma novidade. Há anos ele mantém um clima de animosidade contra o Exame de Ordem e, em especial agora, contra o atual presidente da OAB, Felipe Santa Cruz.

Bolsonaro critica OAB e sugere que eleição para presidência deve ser direta

Bolsonaro ataca duramente presidente da OAB

Bolsonaro diz que a OAB está contra o Brasil

Bolsonaro diz que não acha justo ter o exame da OAB

Em maio deste ano ele também foi enfático ao se colocar contra a prova:

“Eu acho justo [não precisar do exame]. Fez faculdade, pode trabalhar. Não tem que fazer exame de ordem não pra... que é um caça níquel muitas vezes, tá certo?”, disse o presidente.

Em termos práticos, ainda não há uma mobilização do executivo para tentar acabar com a prova.

Do seu lado, a Ordem conta com uma frente parlamentar relativamente grande para lutar pelos interesses da entidade no Congresso.

Acompanho a questão do fim do Exame de Ordem pelo menos desde 2009 e até o momento não vi surgir uma força consistente o bastante para ameaçar de verdade o Exame.

 



CANAL NO TELEGRAM
RECOMENDAÇÕES DO BLOG

Cursos & Treinamentos

13 ANOS DO
BLOG EXAME DE ORDEM