Entrevistas

Entrevista: Euro Júnior e a advocacia disruptiva

Euro Júnior e a advocacia disruptiva

O termo “disrupção” foi cunhado pelo professor de Harvard, Clayton Christensen. Ele é usado para descrever inovações que oferecem produtos acessíveis e criam um novo mercado de consumidores, desestabilizando as empresas que eram líderes no setor.

Wikipédia – Tecnologia disruptiva

Evidentemente, a advocacia pode passar por processos disruptivos. Aliás, sob muitos aspectos as práticas profissional no universo da advocacia já estão sendo ameaçadas por inovações e mudanças que inexoravelmente vão obrigar o mercado a se transformar.

Trata-se de uma questão de sobrevivência.

Empresa lança o primeiro robô advogado do Brasil

Software de banco faz em segundos um trabalho que tomaria 360 mil horas de advogados

Futuro da advocacia: Computador que substitui o trabalho dos advogados já está na ativa

Na sexta-feira da semana passada viralizou pela internet a foto de uma petição inicial com um QR Code na primeira folha da petição, onde foi possibilitado ao juízo que visse um vídeo com o advogado explicando o causa contida na ação.

Sem dúvida alguma é uma grande inovação, com claro potencial de abrir um abismo entre quem usa e quem não pretende usar. A iniciativa recebeu muitos elogios como também despertou nos advogados a vontade de utilizar da mesma tecnologia para modernizar a forma como se comunicar com a magistratura no geral. Um resumo da causa em vídeo pode, e muito, ajudar no convencimento de um magistrado.

Entrei em contato com o escritório responsável pela petição – Euro, Araújo, Soares e Lima – para procurar saber como eles tiveram a ideia de colocar o QR Code na incial e como eles trabalham com inovações tecnológicas voltadas para o exercício da advocacia.

O Dr. Euro Júnior gentilmente concordou em conceder uma entrevista para o Blog Exame de Ordem para falar da disrupção tecnológica na advocacia do século XXI.

Confiram:

Blog Exame de Ordem – Como surgiu a ideia de colocar um QR Code em uma inicial?

Dr. Euro Júnior – Nossa firma mensalmente possui uma reunião com todo o Plantel quando procuramos soluções para nossos processos especiais. Neste momento também debatemos sobre o que pode ser melhorado na gestão e administração do escritório. É um brainstorming, realizado em uma reunião descontraída, onde o ingrediente principal é a criatividade. Muitas vezes é realizada em um restaurante ou na casa de um dos nossos Sócios.

Post-it, quadro negro e álcool são liberados justamente para as ideias fluírem. Em uma dessas reuniões surgiu o comentário sobre a ferramenta QR Code e sua possível aplicabilidade no cotidiano jurídico. No outro dia, na hora do almoço, realizamos um teste. Gravamos um vídeo, subimos para o youtube gerando um link, convertemos este link em um QR Code e o incluímos em uma petição modelo. Fizemos o teste e deu certo.

Pensamos naquela ferramenta para despacho de memoriais para atender nossa rotina em Tribunais Superiores, mas logo vimos que a aplicabilidade era muito maior. Não pensamos duas vezes. Na primeira petição a ser protocolada no dia inserimos um vídeo de esclarecimento ao Juiz via QR Code.

Blog Exame de Ordem – Essa foi a primeira vez? Qual a sua expectativa com esta iniciativa?

Dr. Euro Júnior – Foi a primeira vez sim Maurício. Esperamos incrementar a comunicação entre Advogado e Magistrado. Nossa Firma irá utilizar em petições especiais, naquelas que antes despachávamos com o Ministro: liminares, memoriais e etc.

Blog Exame de Ordem – A foto da inicial viralizou na internet. Você espera que outros advogados sigam essa iniciativa?

Euro Júnior e a advocacia disruptiva

Dr. Euro Júnior – Ficamos espantados com a rapidez que a foto viralizou. Na hora do almoço fizemos o teste e no meio da tarde recebi ligações de Advogados amigos do Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul. Maurício, sem querer ser presunçoso, acredito que não tem mais volta. A ferramenta é lícita e aplicável.

O Art. 188 do Novo CPC traz que os atos e termos processuais independem de forma determinada e ressalta que são válidos todos os atos que, independente da forma que são praticados, preencham a finalidade essencial. Não tenho dúvida que outros Advogados também irão utilizar a ferramenta.

Muitos Escritórios em todo o país gastam rios de dinheiro com o deslocamento à Brasília ou correspondentes para despachar memoriais com Ministros. Com essa ferramenta, estes gastos podem ser reduzidos substancialmente. Inclusive reduzirá a receita da nossa Firma que presta este serviço a outros escritórios (risos).

Blog Exame de Ordem – Custa caro adotar essa iniciativa? Quem quiser seguir esse modelo precisa fazer o quê? Dê-nos um passo-a-passo.

Dr. Euro Júnior – Não. Hoje existem ferramentas de criação do QR Code gratuitas e pagas. Verificando esta demanda nós estamos criando uma ferramenta totalmente gratuita: o JUSCODE, que estará disponível até o final da semana em um website. Também criamos um app para IOS e Android.

O passo a passo é simples: Crie seu vídeo no youtube (pode criar com acesso restrito ao Juiz) e copie o link do vídeo no site www.juscode.com.br (entrará no ar no final de setembro). O JUSCODE irá gerar o QR Code e basta cópia-lo em sua petição indicando ao Juiz que baixe o aplicativo JUSCODE para realizar a leitura do código. Pronto. Comunicação linkada. O Juiz com o código acessará o seu vídeo explicativo.

Blog Exame de Ordem – Seu escritório adota outras soluções tecnológicas para o dia-a-dia da profissão?

Dr. Euro Júnior – Sou Sócio de uma Empresa chamada MOAI Disruptive Ideas. Ela é um grande laboratório de ideias inovadoras para Empresários. Criamos um ambiente de confidencialidade onde reunimos pessoas de negócios para falar sobe business e ferramentas que podem levar sua Empresa para um próximo nível.

Graças a MOAI tomamos conhecimento de várias ferramentas de TI que nos ajudam na rotina da Firma. Podemos citar diversos exemplos, como Robôs que fazem nossas procurações e contratos automaticamente com base no cadastro dos Cliente no nossos Sistema (DataJuri), ferramentas de CRM (Costumer Relationship Manager) como Pipedrive e instrumentos de Inbound Marketing como RD Station.

Blog Exame de Ordem – Existe, certamente, um “gap” entre os advogados quando falamos em adotar soluções tecnológicas para o exercício da profissão. Podemos até falar em disrupção tecnológica. Qual sua visão sobre o atual cenário e como você enxerga o futuro do mercado para os próximos anos.

Dr. Euro Júnior – Quem me acompanha no Instagram (siga-me @dr.eurojunior) sabe que sou um grande crítico do conteúdo programático no curso de Direito posto por nossas Universidades. Nos ensinam a ser bons técnicos, entretanto esquecem que um advogado formado no mercado é similar a uma Empresa. Possui setores financeiro, operacional, marketing, TI e etc. Todavia não nos ensinam nada disso na graduação.

Você sai cru e, na maioria das vezes, com um mindset paleolítico. Com isso é natural uma resistência por parte dos Colegas às novas tecnologias. Mas uma coisa é certa: o mundo esta mudando. No Japão 90% dos atendentes de banco perderam seus Empregos para robôs que fazem as mesmas operações em milésimos de segundos e em 80 línguas diferentes. Hoje existem Advogados Robôs com inteligência artificial que criam petições em massa. É um caminho sem volta e quem não se adaptar ficará para trás.

Blog Exame de Ordem – Quanto tempo de profissão você e seus colegas de escritório têm? Você utiliza as redes sociais para divulgar seu trabalho?

Dr. Euro Júnior – Hoje somos 20 Advogados na Firma. Os Sócios Nominais possuem muitos anos de experiência, chegando a 35 anos de prática jurídica. Entretanto, quanto aos Associados e Sócios Juniores a média de idade esta abaixo dos 30 anos, com experiência em torno de 3 a 5 anos. Em nosso modelo de negócio há contratação semestral de novos talentos e a inserção de novas mentalidades é indispensável.

A Advocacia vive um momento crucial no que se refere ao seu aspecto comercial. Somos Empresários que não podemos captar Clientes, pois nosso Código de Ética veda. A solução é a criação de autoridade e conteúdo nas redes sociais de forma a agregar valor a sua imagem no mercado. Uma forma de marketing indireto. Diante disso investimos pesado em conteúdo no Instagram, Facebook e LinkeDin.

Blog Exame de Ordem – Quais metodologias de mercado seu escritório usa para se diferenciar perante o público-alvo?

Dr. Euro Júnior – Possuímos duas pedras de toque em nossa Firma que nos destacam dos demais:

A primeira é a utilização de ferramentas tecnológicas na comunicação com o Cliente. Nossos Clientes, na maioria deles Empresas, tem a opção de receber os andamentos processuais via e-mail, possuem o WhatsApp pessoal do Advogado, realizam reuniões mensais para explicação dos andamentos processuais, atendimento carinhoso com vistas a criação de um relacionamento. Além disso, formamos uma rede, uma comunidade de Clientes. Quem é nosso Cliente é indicado para outros Clientes com vistas a realização de negócios. Não queremos apagar o incêndio e ir embora. Queremos conviver com o Cliente para sempre.

Para você ter uma ideia Maurício, na maioria dos casos nós não aceitamos Advogar para Empresas em demandas avulsas. Se um Empresário quer nos contratar, somente aceitamos por meio de contratos de partido para demonstrarmos o quanto um Advogado fixo pode agregar a uma Empresa.

A segunda é o nosso Plantel de Advogados. Realizamos uma seleção criteriosa, treinamentos rotineiros e criamos mecanismos de manutenção de talentos na Firma. No ultimo processo seletivo participaram 278 Advogados, em um processo seletivo com 4 fases. É o caminho lógico: bons profissionais, boas atuações, bons resultados = Cliente feliz.

Blog Exame de Ordem – Existem tecnologias que seu escritório deseja adotar? Quais seriam, e por quê?

Dr. Euro Júnior – Sempre. Estamos desenvolvendo um robô, mas o projeto está protegido por cláusula de confidencialidade. Assim que lançarmos prometo contar em primeira mão ao Blog Exame de Ordem.

Maurício Gieseler

Advogado em Brasília (DF), este blog é focado nas questões que envolvem o Exame Nacional da OAB, divulgando informações e matérias atualizadas, além de editoriais, artigos de opinião e manifestações que dizem respeito ao tema. Colocamos, também, a disposição de nossos visitantes provas, gabaritos, dicas, análises críticas, sugestões e orientações para quem pretende enfrentar o certame. Tudo sobre o Exame de Ordem você encontra aqui.

Newsletter