Advocacia Motivacional

Desgourmetização da advocacia

desgourmetização da advocacia

Encontrei no facebook um texto muito interessante chamado de “Desgourmetização da Advocacia”, escrito pela Drª Gabriela Pereira – @seujuridicoimobiliario -, responsável pela página Seu Jurídico Imobiliário.

O texto retrata um quadro da atual “realidade”, ou melhor, de uma “irrealidade” romantizada da advocacia nos dias de hoje! O que vemos na prática é algo bem diferente, sem glamour, sem ilusões, sem ostentações!

Desgourmetização da Advocacia

A Drª Gabriela, com fina sensibilidade, tirou o véu do que ela chamou de “gourmetização da Advocacia.”

Vale a leitura:

Desgourmetização da Advocacia

Quantos perfis de “Advogados” bem sucedidos, desfilando em seus carrões, tomando vinho toda noite, acordando 08:00 e indo malhar, dando somente dicas de looks, dando somente dicas de maquiagem, com mega escritórios, vocês estão vendo por aí? Quantos coachs, mentorings, pessoas que “ensinam” o que você deverá fazer para chegar onde ele chegou e ganham dinheiro com isso estão vendo por aí?

Gente, isso é a GOURMETIZAÇÃO da advocacia!

Esse tipo de gente não te conta que o pai deu o escritório, que comprou o carro com dinheiro de uma empresa que já tinha, que veio de família rica, isso ninguém conta. Esse tipo de gente não te conta que foi FODA chegar naquele nível.

Esse tipo de gente não te conta que a advocacia NÃO É FACIL, porque muita gente venera a ILUSÃO.

A ILUSÃO atrai MILHÕES DE SEGUIDORES! Sabe qual o problema? Alguns pegam a EXCEÇÃO, acreditam que aquilo é a regra e após alguns anos se “matando” na advocacia, quando não conseguem o CARRÃO, o MEGA ESCRITÓRIO, essas pessoas ficam FRUSTRADAS!

Mostrar uma advocacia fantasiosa é um desrespeito àqueles que se “matam” todos os dias fazendo audiências. Se “matam” todos os dias atendendo clientes, fazendo milhões de prazos, cursando uma especialização, cursando um mestrado, fazendo networking. Por que não mostrar a realidade? Porque a REALIDADE não vende, a realidade DESESTIMULA os fracos, desestimula quem não nasceu para a ADVOCACIA.

Como iniciar a vida profissional após a OAB?

Vejo gente PAGANDO por MOTIVAÇÃO, gastando o dinheiro que deveria ser gasto em cursos, livros, dedicando tempo para ler ILUSÃO, quando deveriam DEDICAR TEMPO para assistir audiências, fazer pesquisas de jurisprudências, assistir sustentação oral. Deveriam APRENDER O QUE É ADVOCACIA.

Marketing, empreendedorismo e frases motivacionais, você aprende lendo, você aprende pagando, mas ADVOCACIA você só aprende na PRÁTICA.

Por mais realidade por favor!

Não é impossível chegar aonde essas pessoas chegaram com seus esforços, mas não pense que será fácil! Será difícil, vai levar tempo, mas a gente só colhe o que planta.

Maurício Gieseler

Advogado em Brasília (DF), este blog é focado nas questões que envolvem o Exame Nacional da OAB, divulgando informações e matérias atualizadas, além de editoriais, artigos de opinião e manifestações que dizem respeito ao tema. Colocamos, também, a disposição de nossos visitantes provas, gabaritos, dicas, análises críticas, sugestões e orientações para quem pretende enfrentar o certame. Tudo sobre o Exame de Ordem você encontra aqui.

Newsletter